Embora seja verdade que o exercício pode ajudá-lo a perder a gordura abdominal e realçar os seus músculos abdominais, existe muita informação falsa sobre os exercícios mais eficazes para alcançá-lo. Continue lendo para descobrir alguns dos equívocos mais comuns, e também a realidade dessas idéias.


MITO 1:Fazer exercícios abdominais vai eliminar a gordura abdominal.


REALIDADE:A redução focalizada é fisiologicamente impossível.


Vejamos um exemplo para ajudar a ilustrar este ponto. Imagine um jogador de tênis. Se é direito, o seu braço direito terá mais massa muscular por horas de agarrar e mover sua raquete. O outro braço será mais pequeno e menos definido, mas não estará mais gordo. O exercício queima gordura sistematicamente, de acordo com padrões estabelecidos pela anatomia e a genética individual.


Focalizar o exercício a uma zona específica do corpo não fará desaparecer a gordura nessa área em particular.


Crunches com pés plantados


MITO 2:Se precisam de centenas de abdominais para ter na forma como os músculos do abdômen.


REALIDADE:Os músculos do abdômen continuam músculos, e não respondem a centenas de repetições melhor do que os músculos de seus bíceps ou o seu peito. Ao igual que não faria mais de 15 repetições em uma série de flexão de bíceps, também não deve fazer mais isso para o seu abdômen.


Quando já pode fazer sem problema 15 repetições de qualquer exercício abdominal. você precisa de uma de duas coisas; quer mudar de exercício ou encontrar alguma maneira de fazer o exercício mais difícil para os seus músculos (adicionar pesos). De outra forma, só está fazendo com que os músculos de seu abdômen sejam mais resistentes, mas não que cresçam. E o tamanho é o que faz com que o músculo se destaque, seja no bíceps ou no abdômen.


MITO 3:Fazer esporte fornece todo o exercício de abdominal de que necessita.


REALIDADE:Fazer exercício e destina-se ao abdômen pode melhorar seu desempenho nos esportes.


Você deve saber que a maioria dos esportes exigem um grande esforço de sua parte média, exigem a força, o equilíbrio e a habilidade de gerar uma força tremenda. Treinar os músculos do seu abdômen para fora do campo de jogo vai fazer com que eles possam fazer o seu trabalho mais simplesmente, quando estiver praticando o seu esporte. Duas das lesões mais comuns no esporte são trações na parte baixa do abdômen e na parte baixa das costas, por isso, é muito importante ter bem fortalecido essa região do corpo.


5 mitos de um abdômen marcado


MITO 4:O abdômen deve treinar todos os dias.


REALIDADE:3 ou 4 vezes por semana, no máximo.


É verdade que seus músculos abdominais são feitos para resistência mais do que para movimentos rápidos de poder. Seu trabalho principal é manter sua postura, o que significa que devem estar preparados para se contrair por horas.


No entanto, como todos os músculos, o abdômen tem uma combinação de fibras musculares de contração lenta e fibras musculares de contração rápida. E são as fibras musculares de contração rápida, que tornam possível gerar movimentos rápidos de poder, e estas são as que têm o maior potencial de crescer. Estas são as fibras que você tem que se concentrar quando você faz exercícios abdominais.


Depois de um treino, as fibras musculares de contração rápida precisam de tempo para se recuperar e se tornar mais fortes para o próximo treino.


Lhes deve dar, pelo menos, um dia de descanso entre as sessões de exercícios para se recuperar.


MITO 5:Os exercícios abdominais, por si só, eles vão te dar um abdômen espetacular.


REALIDADE:É possível, mas adicionar exercícios de aeróbica e um plano saudável de alimentação, eles vão te levar a seu objetivo mais rápido.


O exercício aerobico é uma das melhores formas de queimar calorias, o que é necessário para eliminar a gordura abdominal e revelar os músculos que estão embaixo. Aqui você vai encontrar uma boa rotina de exercícios para o abdômen em casa.Também, deve-se assegurar de ter uma dieta saudável, para assim não ter que remover tantas calorias em primeiro lugar.


Lembra um abdômen de aço não impressiona ninguém, se esta escondido sob uma camada de gordura.