5 dicas para perde barriga
Mas existem algumas muito raras razões genéticas que evitam a perda de gordura corporal e, portanto, abdominal , na maioria das vezes não perder a barriga deve-se a um simples erro humano. As más escolhas que fazemos por falta de informação ou má informação. Escolhas sobre o que, como e quando comer normalmente são a principal causa de falhar no momento de levar uma dieta. Vejamos 5 coisas que você deve estar fazendo para ter sucesso em seu caminho para um corpo magro, forte e sem barriga porque lembra o excesso de gordura abdominal é prejudicial para a saúde.


Dica 1: Come mais vezes. Muitas pessoas que querem perder peso, ou, neste caso, diminuir a barriga cometem o erro de pular refeições engano pensar que ao fazer isso, essas cortando calorias e acelerar o processo de perda de gordura. Mas, na realidade, o que se consegue ao pular as refeições é o efeito contrário que se deve fazer é comer de 5 a 6 pequenas refeições durante o dia, o que para a maioria é aumentar as vezes que você come durante o dia.


Aumentar as vezes que você come por dia pode soar estranho ou até louco, mas funciona em vários sentidos, em primeiro lugar, pular uma refeição, obviamente, reduz as calorias dessa refeição, mas isso inevitavelmente faz com que você fique com fome, então, em sua mente justificas que nas restantes refeições pode comer mais e no final do dia, você acaba comendo mais calorias.


O outro problema que gera ao pular refeições é metabólico. Seu corpo precisa de energia para realizar todas as suas funções durante o dia, seja caminhar, mover, pensar, limpar a casa, fazer exercício e também a digestão requer energia assim que quando você come o seu corpo deve aumentar o seu metabolismo por cerca de uma hora.


Assim que comer várias vezes ao dia mantém o metabolismo acelerado, mas quando você pular refeições um processo contrário acontece realmente seu corpo é muito previdente e, ao perceber que estas comendo menos isso o toma como que estas passando por uma época de escassez de alimentos e desacelera o metabolismo e, rapidamente, armazena gordura para poder lidar com a contingência.


Conselho 2: Escolher os alimentos certos. A escolha de quais alimentos comer pode ser complicado. Esta é uma área que está cheio de controvérsia. Algumas pessoas juram pela abordagem de baixo teor de gordura, enquanto outros tentam vender o valor das dietas baixas em hidratos de carbono. Cada tipo de dieta funciona para algumas pessoas e não para os outros. O estilo de vida e os níveis de atividade desempenham um papel importante nesta eleição.


Há certos alimentos que devem estar presentes em toda dieta (vegetais de folhas verdes, carne magra, peixe,.,) alimentos que fornecem proteínas, fibras e vitaminas necessárias para que o corpo funcione corretamente.


Os atletas, especialmente os que participam em provas de velocidade, salto, levantamento de peso, precisam de hidratos de carbono para alimentar os músculos durante os treinos e a competição. Também rl cérebro precisa de carboidratos para funcionar, Para esse estilo de vida, uma dieta muito baixa em hidratos de carbono pode ser contraproducente, e às vezes perigosa. Uma abordagem de baixo teor de gordura pode ser melhor. Isso não significa eliminar toda a gordura da dieta, há algumas gorduras essenciais que o corpo necessita para amortecer e proteger os órgãos, lubrificar as articulações, e construir e administrar hormônios. Estas gorduras podem ser obtidos através de peixe, frutos secos e sementes, o azeite de oliva.


Uma pessoa sedentária pode ter que reduzir a quantidade de hidratos de carbono que come, já que o corpo não vai usar a maioria dos carboidratos para obter energia. Aumentando as proteínas magras e algumas gorduras saudáveis podem compensar os hidratos de carbono. O corpo vai precisar de alguns hidratos de carbono para as necessidades de energia de curto prazo e para alimentar o cérebro.


As pessoas que fazem exercício cardio especialmente quando é por tempo prolongado usa a gordura como fonte de energia, mas é necessário que essas pessoas comam algo de gordura para permitir que o corpo tome energia da gordura já armazenadas.


Dica 3: Faça Exercício com Pesos. Muitas pessoas que fazem dieta tendem a evitar fazer exercícios com peso em favor de apenas um treino cardiovascular. Normalmente pensa-se que o exercício cardio queima mais calorias e as mulheres geralmente acham que levantar pesos vai voltar muito musculosa, especialmente calorias de gordura. Embora em alguns casos isso é verdade, mas fazer exercícios com peso, tem muitos mais benefícios de longo alcance, por isso que se você quer que sua rotina de exercícios para reduzir a barriga funcione não pode ignorar.


O benefício básico é que o treinamento com pesos, quando se feito corretamente pode queimar tantas calorias como o cardiovascular, o melhor é fazer uma combinação de ambos, como na rotina de treino crossfit


O tecido muscular é muito ativa metabolicamente. Requer uma grande quantidade de energia a cada dia para manter o tecido muscular. A gordura é basicamente inativo, armazena energia, mas requer muito pouca energia para se manter. Quanto mais músculo você tem uma pessoa, mais energia terá para gastar durante o dia todo, e mais queimam calorias


O metabolismo mantém-se elevado por mais tempo depois de um treino com pesos, o que gasta mais energia e calorias.


Outro benefício é que todas as suas atividades diárias se tornam mais fáceis de fazer por que tem mais tecido muscular e você vai se transformar em uma máquina de queima de gordura de tempo integral, já que você estará gastando calorias para a manutenção desse músculo.


Dica 4: Descanse o suficiente. O descanso é uma parte muito importante para perder peso e eliminar a barriga, você precisa dormir menos de 7 horas para que seu corpo faça a manutenção corretamente, e também é importante descansar entre os treinos, já que é o momento em que o corpo se auto-repara se você não descansa o suficiente, pode levar a lesões ou levar a uma condição chamada sobre treino, que é quando o corpo perde a faculdade de se reparar a si mesmo e começa a perder massa muscular.


Dica 5: Não acredite em dietas milagrosas nem pílulas mágicas. Não se deixe enganar com toda a publicidade que há sobre dietas milagrosas ou pílulas mágicas lembre-se, se soa demasiado bom para ser verdade, provavelmente não sirva.


Perder mais de 1,5 quilos em uma semana não é saudável, e é provável que seja apenas água e músculo que esteja a perder de qualquer maneira.


Aí os tens espero te servem essas dicas e lembre-se trata de comer saudável e aumentar sua atividade física, fazendo uma combinação de exercícios aeróbicos e de musculação para perder esses quilos a mais e estar saudável. É melhor que você vá devagar, mas com certeza se lembra da constância é a chave.